Internet das coisas

A Internet das Coisas, mais conhecida como raio da internet das coisas (do inglês, Internet of Things) é uma revolução tecnológica a fim de conectar dispositivos eletrônicos utilizados no dia-a-dia (como aparelhos eletrodomésticos, eletroportáteis, máquinas industriais, meios de transporte, etc) à Internet[1][2], cujo desenvolvimento depende da inovação técnica dinâmica em campos tão importantes como os sensores wireless, a inteligência artificial e a nanotecnologia.

História

O conceito surgiu, em certa medida, fruto do trabalho desenvolvido pelo Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) Auto-ID Laboratory, recorrendo ao uso do Identificação por radiofrequência (RFID) e Wireless Sensor Networks. O objetivo foi, desde o início, criar um sistema global de registro de bens usando um sistema de numeração único chamado Electronic Product Code.

Funcionamento

A tecnologia RFID que usa frequências de rádio para identificar os produtos é vista como potenciadora da Internet das Coisas. Embora algumas vezes identificada como a sucessora dos códigos de barras os sistemas RFID oferecem para além da identificação de objectos informações importantes sobre o seu estado e localização.

Estes sistemas foram primeiramente usados na indústria farmacêutica, em grandes armazéns e na saúde. As mais recentes aplicações vão dos desportos e actividades de tempos livres à segurança pessoal. Etiquetas (também chamadas de “tags”) RFID estão a ser implantados debaixo da pele humana para fins médicos e também em passaportes e cartas de condução. Leitores RFID estão também a ser incluídos em telemóveis.

Para além do RFID, a capacidade de detectar mudanças no estado físico das coisas é também essencial para registar mudanças no meio ambiente. Por exemplo os sensores usados numa peça de vestuário inteligente podem registrar as mudanças de temperatura no exterior e ajustar-se de acordo com elas.

Perspectiva-se um futuro em que poderemos usar roupa inteligente que se adapta às características da temperatura ambiente, a passagem por um sensor irá indicar-nos qual a manutenção que o nosso carro necessita, poderemos usar os óculos de sol para receber uma chamada vídeo e os cuidados médicos poderão ser prestados antecipadamente, graças a diagnósticos mais eficientes e rápidos.

RFID

A tecnologia RFID que usa frequências de rádio para identificar os produtos é vista como potenciadora da Internet das Coisas. Embora algumas vezes identificada como a sucessora dos códigos de barras os sistemas RFID oferecem para além da identificação de objectos informações importantes sobre o seu estado e localização.

Estes sistemas foram primeiramente usados na indústria farmacêutica, em grandes armazéns e na saúde. As mais recentes aplicações vão dos desportos e actividades de tempos livres à segurança pessoal. Etiquetas (também chamadas de “tags”) RFID estão a ser implantados debaixo da pele humana para fins médicos e também em passaportes e cartas de condução. Leitores RFID estão também a ser incluídos em telemóveis.

Para além do RFID, a capacidade de detectar mudanças no estado físico das coisas é também essencial para registar mudanças no meio ambiente. Por exemplo os sensores usados numa peça de vestuário inteligente podem registrar as mudanças de temperatura no exterior e ajustar-se de acordo com elas.

Perspectiva-se um futuro em que poderemos usar roupa inteligente que se adapta às características da temperatura ambiente, a passagem por um sensor irá indicar-nos qual a manutenção que o nosso carro necessita, poderemos usar os óculos de sol para receber uma chamada vídeo e os cuidados médicos poderão ser prestados antecipadamente, graças a diagnósticos mais eficientes e rápidos.

Referências

Site: https://pt.wikipedia.org/wiki/Internet_das_coisas

  1. Zambarda, Pedro (16 de Agosto de 2014). «’Internet das Coisas’: entenda o conceito e o que muda com a tecnologia». TechTudo. Consultado em 5 de Maio de 2016
  2. Ir para cima «Internet das Coisas (IoT)». SAS. Consultado em 5 de Maio de 2016
  3. Ir para cima Greengard, Samuel. The Internet of Things. [S.l.: s.n.] ISBN 978026252773

Imagem relacionada

 

 

Software Cisco Packet Tracer 6.2.0

Resultado de imagem para cisco packet tracer student 6.2

Google Drive

https://drive.google.com/open?id=0B-4d4tU5vjx-S090UlRXcEJuMnM

Microsoft One Drive

https://1drv.ms/u/s!Ar1Ai6giKVDplh553VoC9JRe9VFO

Ultima Versão sem ter acesso de login e senha no site da cisco para acessar o cisco packet tracer

Para ter a versão mais atualizada do software tem que entrar em https://www.netacad.com/pt/ criar o cadastro e fazer download da nova versão do cisco packet tracer

 

 

Campeonato de Games Microcamp 2016

Papel de Parede Campeonato 2016

E ai Galerinha Blz

No dia 24/06 (Sexta Feira) a partir das 15:00 horas teremos na escola o evento de games com campeonato e jogos aleatórios a escolha.

Para participar dos campeonatos ou jogos avulsos o aluno deve comparecer com um amigo não aluno na recepção da escola até o dia 22/06 para que possa validar a inscrição. ATENÇÃO AS VAGAS SÃO LIMITADAS!!!

Você que não é aluno também esta convidado, é só comparecer na Microcamp São Bernardo do Campo na Av. Imperador Pedro II, 131 – Nova Petrópolis.

A PARTICIPAÇÃO NO EVENTO DE GAMES E GRATUITA.

Segue o mapa abaixo mostrando como chegar na microcamp são bernardo do campo

 

Veja quais são as 20 linguagens de programação mais populares

REDAÇÃO OLHAR DIGITAL 16/01/2015 09H00 PROGRAMAÇÃO

A Redmonk lançou na quinta-feira, 15, uma atualização do seu ranking de linguagens de programação mais populares, com algumas surpresas. A principal delas é o fato de que o Swift, nova linguagem criada pela Apple, se tornou a 22ª mais popular entre os programadores, saltando da 68ª posição alcançada no ranking lançado há seis meses.

O ranking leva em consideração a discussão sobre linguagens de programação no site Stack Overflow e sua utilização no Github, um repositório de projetos. Por serem dois sites muito grandes entre a comunidade de desenvolvedores, eles servem como uma boa base para análise, embora esteja longe de ser perfeita.

Veja o top-20 completo logo abaixo, com uma ressalva para o fato de que CSS não é uma linguagem de programação no sentido mais comum da expressão.

1º JavaScript
2º Java
3º PHP
4º Python
5º C#
5º C++
5º Ruby
8º CSS (não é exatamente uma linguagem de programação)
9º C
10º Objective-C
11º Perl
11º Shell
13º R
14º Scala
15º Haskell
16º Matlab
17º Go
17º Visual Basic
19º Clojure
19º Groovy

Como pode ser notado no ranking, o JavaScript figura no topo, superando por muito pouco o Java, segundo os responsáveis pelo ranking. A vantagem aparentemente se dá pelo fato de ser amplamente usada na internet.

Se o ranking numérico não for do seu agrado, a Redmonk também apresenta um gráfico que posiciona melhor as linguagens em termos de popularidade. O gráfico também é mais completo, permitindo observar outras linguagens que não aparecem no top-20. Clique na imagem para vê-las em tamanho ampliado:

Reprodução

Site: http://olhardigital.uol.com.br/noticia/veja-quais-sao-as-20-linguagens-de-programacao-mais-populares/46271

Revisão Gerencia de Projetos

1 – Quais são as características de um projeto?

Tempo e Único

2 – Qual a diferença entre projetos e processos?

Projeto e um esforço temporario que busca um resultado singular e novo

Processo e um trabalho permanente e repetitivo seu objetivo e garantir as engrenagens do emprendimento

3 – Como surgem as necessidades de projetos?

São inumeras as razões para a existencia, de um projeto: sejam por questões mercandológicas, governamentais, decisões gerais dentre inúmeras fatores macro ou micro ambientais que cercam toda a organização.

4 – Explique com suas palavras o que é tríplice restrição?

São três fatores mais impactantes no projeto: tempo, custo e mais um fator que pode ser escopo ou até mesmo qualidade, dependendo do ponto de vista do gerente de projetos.

5 – Com suas palavras, defina qual é a finalidade do PMI, bem como características desta organização?

PMI é uma das pricipais associações mundias de gerentes de projetos e uma fundação sem fins lucrativos que promove a profissão do gerente de projetospor meio de padrões que são reconhecidos mundialmente.

6 – Descreva dois tipos de certificação oferecida pelo PMI, bem como pré-requisitos para tais. 

PMP (Gerenciamento de Projetos Profissional) para se increver para certificação tem que ter as seguintes requisitos: Formação Nivel Supeior, Tres a cinco anos de experiencia em projetos, no minimo 4.500 horas comprovadas de gerenciamento de projetos e 35 horas de formação acadêmica em gerenciamento de projetos

CAPM (Profissional Técnico Certificado em Gerenciamento de progetos) para se increver para certificação tem que ter os seguintes requisitos: Diploma de Ensino Superior, 1500 horas comprovadas de gerencia em projetos e 23 horas de formação em gerencia de projetos.

7 – O que é PMO? Qual é sua finalidade? Descreva os passos para sua implementação.

O PMO ou escritorio de projetos tem como premissa ser provedor de serviços de gerenciamento de projetos servindo a organização de forma ampla. Seu pricipal objetivo é de orientar e dar suporte para organização desenvolva seus projetos da forma mais eficaz possivel.

Para Impletar o escritorio de projeto você precisa preparar o terreno, iniciar com metas de curto prazo, caminhar com soluções de longo prazo e manter a estrutura que ja existe.

8 – De acordo com a abordagem de Casey-Wendy, descreva os modelos de escritórios de projetos segundos tal abordagem.

Modelo de Estação Meteorologica: Acompanha os resultados e reporta para alta administração.

Modelo de Torre de Controle: Tem funções combinadas com as do modelo interior e trata a gestão de projetos como processo de negocio.

Modelo de Pool de Recursos: Neste formato, o PMO visa suprir as necessidades de contratação.

9 – Defina grupo de processos e áreas de conhecimento.

Grupo de Processo: Iniciação, planejamento, execução, monitoramento / controle e encerramento.

Áreas de conhecimento: Integração, tempo, escopo comunicação, risco, qualidade, recursos humanos, aquisições e custo.

10 – Explique qual é o papel do grupo de processos de planejamento e descreva 5 exemplos de processos deste grupo.

Neste processo é determinado, com mais detalhes o que será feito por meio da declaração de escopo, como devera ser feito por meio de um docmento que é o plano de gerenciamento do projeto. Os porcessos de planejamento são tempo, custo, qualidade, rh, comunicação, planejamento dos riscos, aquisições e escopo.

11 – Qual é a diferença entre gerenciamento de projetos, programas e portfólio?

Gerenciamento de Projetos: Viabilizar a entrega dos projetos

Gerenciamento de Programas: Programas são conjunto de projetos que possuem objetivos em comun e que precisam trabalhar de forma coordenada.

Gerenciamento de Portifolio: gerenciar todos os projetos e programa da organização.

12 – Descreva como são as estruturas hierarquias do tipo matricial

Funcional, Matricial Fraca, Matricial Balanceada, Matricial Forte e Projetizada.

13 – Quais processos de tempo fazem parte do processo de planejamento? Explique com palavras.

Definir as atividades, estimar os recursos das atividades, sequenciar atividades, estimar as durações das atividades e desenvolver o projeto

14 – Para estimar o tempo das atividades, utilizamos algumas técnicas. Com suas palavras descreva ao menos duas.

Estimativa Análoga, parametrica, três pontos e reservada.

15 – Ao realizar a analise qualitativa de riscos, quais ações são realizadas?

Avaliar impacto e a probabilidade de forma subjeiva para priorizar os riscos

16 – Riscos podem ser oportunidades ou ameaças?

Riscos negativos (ameaças) sempre responder: evitar, mitigar, transferir ou aceitar.

Riscos positivos (oportunidades) sempre responder: explorar, melhorar, compartilhar e aceitar.

17 – Explique com suas palavras: por que é importante gerenciar as expectativas das partes interessadas?

Tudo o que for requerido pelo stakeholders (ou parte interessadas) sempre deverão ser consideradas elas precisam de um feedback de que seus requisitos estão sendo considerados e estão sendo tratados pela equipe do projeto.

18 – Explique com suas palavras: quais são os fatores que devemos considerar na montagem de um plano de recursos humanos?

Temos que considerar de onde vem o pessoal, calendário de recursos, plano de liberação, necessidade de treinamento, sistema de reconhecimento e recompensa, segurança, conformidade regulatória, dentre outras informações.

19 – Ao contratar recursos para o projeto, podemos ter algumas barreiras ambientais, sejam estas internas ou externas. Explique quais são possíveis barreiras influenciadores nas contratações.

Politicas, demográficas e ate mesmo organizacional podem impactar positivamente ou negativamente na contratação de recursos.

20 – Explique o processo Distribuir as informações. Dê exemplos práticos.

Disseminar corretamente as informações;

Disseminar as informações conveniente, adequada e no momento correto

Foco nos resultados (mostrar o que realmente interessa para cada parte interessada do projeto)

21 – De acordo com processo de Kurt Lewin, escreva com suas palavras como funciona o processo de gerenciamento de mudanças?

Descongelamento, velhas ideias e práticas são derretidas, abandonadas e desaparecidas, mudanças, Novas ideias e praticas são exercidas e aprendidas, identificação, internalização, Recongelamento, novas ideias práticas são incorporadas definitivamente ao comportamento, suporte e reforço.

22 – Quem são os principais atores no processo de mudanças? Explique

Stakeholders (patrocinador, agentes , alvos e advogados)

23 – Como construir um compromisso com as mudanças? Descreva com suas palavras.

As pessoas mudam com velocidade intelectuais e emocionais;

Esteja preparado. Não espere uma tarefa fácil, deverá obter o compromisso;

Construir o comprometimento é um processo de desenvolvimento;

Desacelere a implementação da mudança, se necessário, para aumentar a velocidade de comprometimento.

Construa o comprometimento ou prepare – se para o fracasso;

24 – Explique como desenvolver um plano de gerenciamento de mudanças durante o projeto?

Definir papéis: identificar stakeholders (patrocinador, agentes, alvos e advogados) e prepara-los para o desempenho de seus papéis

Estabelecimento da “plataforma de lançamento”: Definição da situação em que o custo da manutenção do “status-quo” torne-se proibitivo, tornando a mudança mais do que uma boa ideia, mas um imperativo. Usar Estágio de Compromisso e Análise de Stakeholders.

Gerenciamento da Transformação: Implementação do plano de gerenciamento de mudanças. Teste dos buracos negros e falta de aceitação. Treinar o pessoal afetado nos novos skills necessário para mudança. Usar gerencia da dor e gerenciar de consequência.

25 – Explique o que é gerenciamento de custos?

O gerenciamento de custo inclui os processos de estimativas, orçamentos e controle dos custo, de modo que projeto possa ser treinado dentro do orçamento aprovado.

26 – Explique o que é gerenciamento da qualidade?

Os processos de gerenciamento de qualidade incluem as atividades que determinam as responsabilidades, os objetivos e as politicas de qualidade, de modo que o projeto atenda o esperado.

27 – Quais são as 5 fases do modelo MMGP de Darci prado?

Inicial, conhecido, padronizado, gerenciado e otimizado.

28 – O que fazemos no processo de controlar a qualidade?

Adequação as especificação, medição de performance do projeto e do produto

29 – Elabore 4 exemplos de indicadores aplicáveis ao gerenciamento da qualidade em projetos?

Gerenciamento de aquisição: Data de Aquisição

Gerenciamento de RH: Analise curricular

Gerenciamento de tempo: Tempo real

Gerenciamento de custo: Orçamento de recursos

30 – Qual é a diferença entre garantir e controlar a qualidade?

Garantir a qualidade: possui enfoque gerencial e trata de processos, procedimentos, padrões e auditoria.

Controlar a qualidade: Adequação as especificações, medições de performance do projeto e do produto

31 – Qual é a sua função no processo de integração?

Compra de produto e serviços para realizar o trabalho.

32 – O que deve compor uma declaração de trabalho?

Especificações técnicas, Qualidade requerida, Quantidade, Prazos, Treinamento e suporte técnico, nível do serviço desejado, garantia e total de entrega.

33 – O que deve conter no termo de abertura do projeto?

Quem é o gerente de projeto, stakeholders, restrições e premissas, Objetivo gerais e específicos, justificativas e informações básicas das baselines.

34 – Faça um breve resumo sobre o que aprendeu sobre os processos relacionados com o gerenciamento de integrações e aquisições e descreva abaixo. (Pessoal)

Clique para fazer Download

Download (DOCX, 20KB)